Arquivo | Casamento RSS feed for this section

Casamento – Valsa Maluca

3 jan

Oi oi oi! 2015 o blog vai bombar então final de semana também é dia de postagem! Vocês já devem ter visto que essa semana fiz outro post sobre casamento, o DIY Bouquet de Fitas. Esse aparecimento súbito de posts de casamento aqui é porque encontrei minhas fotos de casamento e me lembrei das inúmeras ideias, pesquisas e noites sem dormir matutando coisas de casamento. Então, por que não compartilhar?

Eu queria muito fazer uma apresentação de dança no casamento, pois acho divertido e envolvente. Porém, nem eu nem o Rafael somos pés de valsa. Seria um desastre e chato colocar só nós dois nessa. Então chamamos alguns amigos animados e corajosos e lá fomos nós nos aventurar! O próximo passo era escolher a música. Pesquisei bastante mas nenhum mix me agradava então decidi fazer o meu próprio! E vou disponibilizá-lo para baixar aqui: Valsa Maluca Nathalia Mix – 4 Shared

E aqui está o video. Peço desculpas pela qualidade porque é de celular, e ao mesmo tempo agradeço a Fabi que gravou e salvou as imagens! Thank you Fabiana linda! Espero que o Youtube não remova o áudio (please!). E para as mentes capciosas de plantão: não! Não é brega nem errado dançar em casamento de cristão. É momento de comemoração, de amor, de alegria! Apenas tenha discernimento sobre as musicas e a coreografia como em tudo na vida!

Hoje eu dedico o post aos nossos amigos MARAVILHOSOS que passaram meses ensaiando, aguentando meu estresse, suando pra valer e deram show! MUITO OBRIGADA! ♥

Se você gostou, quer ter dicas para seu casamento, deixe seu comentário aqui! E para mais videos, se inscreva no meu canal do Youtube! Beijooooos!♥

DIY – Bouquet de fitas

2 jan

Oi oi oi amores! Como vão? Ano novo, vida nova… Hoje trouxe para vocês um DIY (Do It Yourself), ou seja, FAÇA VOCÊ MESMO! Essa ideia eu vi em alguns videos de casamento enquanto pesquisava novidades para o meu, e mesmo sem saber ao certo como funcionava, fui lá e fiz. E deu certo!

_MG_9829

Dá um pouquinho mais de trabalho do que simplesmente jogar o bouquet mas é bastante inovador e acredite em mim: muito divertido! Dá uma tensão enorme em todas as participantes… quem será que pegou a fita certa?
Quer fazer no seu casamento ou no de uma amiga? Vamos lá!

VOCÊ VAI PRECISAR DE:

1 – Um bouquet de flores naturais ou  artificiais.
Pode ser pequeno ou grande, você decide! Só lembre-se que se for natural tudo isso terá que ser feito no dia do casamento ou no máximo um dia antes porque as flores murcham! Mas dá pra fazer. O meu foi feito na hora! É muito fácil!

2- Fitas de Cetim
Cada fita deve ter de 1,5 a 2,0 metros de comprimento e pelo menos 3 cm de largura para o efeito visual ser melhor. Além disso, as cores podem ser variadas. Eu usei 15 fitas, mas você pode escolher a quantidade de acordo com seu numero de amigas solteiras que participarão da brincadeira.

3- Tesoura

E só!

COMO FAZER?

Opção1

Amarre uma fita (apenas uma!) bem firme no cabo do bouquet. Depois pegue todas as fitas e vá enrolando no bouquet sem amarrar ou trançar. No momento da brincadeira, cada amiga deverá pegar uma ponta de fita e ir desenrolando-a. Aquela que estiver com a fita amarrada é a dona do bendito!

Opção 2

Amarre todas as fitas no cabo do bouquet e enrole-as simultaneamente (mas sem deixar trançar). No momento da brincadeira cada amiga pega uma ponta e a noiva vai cortando as fitas, sem olhar de quem é ok?! A ultima que ficar é a dona!

_MG_9820 _MG_9821

Quem tirou a melhor no meu casamento foi a gata da Osdália! Arrasou na escolha da cor e faturou o bouquet!!! Ihulllll!

_MG_9837

♥ Eu fiz a primeira opção e deu certo, mas a segunda também é válida! E aí meninas? Aprovada a ideia? Não esqueça de comentar aqui ta bom? O que mais você quer ver, saber, aprender? É só falar! Beijooooos!

Lista de convidados – a pior parte do casamento!

11 dez

Quando um casal que se ama escolhe a data do casamento, tudo que lhe ocorre é a beleza e alegria que será aquele momento, como todos estarão elegantes e como será bom de alí para frente. E de repente a organização começa e você se vê frente a uma das perguntas-chave do planejamento: “festa para quantos convidados?”. E aí começa o pesadelo: corta aqui, lembra ali, ai Meu Deus, e agora?

Eu escrevo este post para duas pessos em especial: para você que está fazendo a lista de casamento e para você que não será convidado! Para quem vai casar, ficam as dicas para fazer a lista e para quem não foi/é/será convidado de algum casamento, que fique a compreensão de que não cabe o mundo inteiro dentro de um salão!

Vamos para as dicas:

1 – Definindo um número máximo de convidados

Sem definir esse numero você não consegue definir mais nada. Então você pode seguir duas vertentes: a primeira é escolher o lugar e saber quantos convidados ele suportará e a segunda é pensar em um número de convidados e procurar um lugar que se adeque a isso. Quem mora em cidade pequena com poucas opções (como eu) a primeira vertente é a mais provável.

2- Já defini e agora?

Se você conseguiu definir esse numero parabéns! Você deu dois passos em direção à lista ideal. Agora vamos pensar na divisão Convidados da Noiva x Convidados do Noivo. Essa é uma parte muito difícil porque na maioria das vezes não está em jogo só a vontade dos pombinhos mas sim das mães, pais, avós e avôs de cada um. Em uma família normal temos cerca de 10 pessoas indicando os convidados, o que torna a tarefa ainda mais difícil. Minha dica é: Dê aos seus pais um numero x de convidados e deixe que eles convidem os amigos dentro desse numero ou você será engolida pela lista deles. Divida igualmente o restante do numero entre você e seu noivo para equilibrar os convidados entre as duas famílias. Se a maioria dos convidados de vocês são amigos em comum, melhor ainda! Sabe aquela história de amar é ceder? Então, isso começa a aparecer com muita força aqui! Segura a peruca!

3 – Critérios de Eliminação

Isso pode parecer doentio mas é a mais pura verdade: temos que estabelecer critérios de avaliação. Você pode estabelecer os seus próprios e no final da festa você vai perceber que acertou alguns e errou outros porque deixou de convidar sua tia avó para chamar sua colega da faculdade que não deu a mínima para sua escolha e faltou no casamento! Isso acontece muito, acreditem. Mas vamos lá, vou falar alguns critérios que eu utilizei para não convidar pessoas que eu realmente gosto (ou não):

  • Eu amo, mas essa pessoa não me vê, não me liga, não me manda mensagem ou conversa comigo em redes sociais há pelo menos um ano;
  • Eu amo, mas a pessoa nem sabe o nome do meu noivo/ não gosta dele;
  • É parente, sei que existe, mas não lembro o rosto ou não tenho contato a mais de dois anos;
  • Eu vejo todo dia mas a conversa nunca passou de “oi, tudo bem?”
  • É parente ou não, mas me odeia/fala mal de mim;

Que eu consiga me lembrar foram esses os critérios que eu usei para eliminar pessoas que estavam na lista. Provavelmente me esqueci de alguns. O que eu fico mais impressionada é que a pessoa que se encaixa em um desses critérios, sabendo que não te vê ou te procura há muito tempo/ não sabe mais da sua vida/ nem lembra que você existe/ te odeia, sabendo que você vai casar, consegue ficar magoado porque não foi convidado, e infelizmente você terá que receber algumas caras viradas, olhares tortos e murmurações por aí.

 4- Acompanhantes

Se você tem um numero restrito, nunca, em hipótese alguma, pergunte quantos convites a pessoa quer. Descubra por si mesmo se a pessoa tem namorado/filho ou metade dos seus convidados serão terceiros. Sempre tem aquele que pergunta: “Posso levar meu amigo fulano de tal?” – não, não pode. É difícil gente, porque você quer agradar a todo mundo, mas é impossível!

5 – Crianças

Em complemento ao item anterior, lembre-se que crianças sentam, comem, correm. Precisam de espaço e acomodação! Muita gente não considera as crianças na lista de convidados e pode ocorrer o desastre de não ter assento para todos os convidados. Fique esperto! Para não ter problemas com isso, entregue os convites individuais inclusive para crianças, e avise aos pais que elas também precisam apresentar convite para entrar ou eles pensarão que são “convites extras” para chamarem amigos.

Ainda para ajudar os pais a curtirem mais a festa, você pode contratar uma equipe de recreação infantil. Para meu casamento contratei um pula-pula com uma pessoa para supervisionar. Pensa que alegria que foi a criançada pulando a festa inteira!

6-Relaxe!

De 20 a 30% dos seus convidados não comparecerão, então tenha uma lista flexível e não deixe de convidar as pessoas que são essenciais para sua vida, que estão sempre ali quando você precisa, que estarão presentes na sua vida conjugal como bons companheiros, apoios, etc.

Eu sei que o post ficou enorme mas acho que será de grande ajuda. Se tiver alguma duvida pode deixar seu comentário que eu respondo sem problemas! Beijos!

Inspirador e totalmente conturbado – Axl e Erin

20 nov

Bom dia meninas! Se tem uma coisa que me deixa intrigada é música. Eu sempre me pergunto o que estava por trás da composição, da letra, da melodia… como chegaram a esse conjunto perfeito (ou não) que tanto me toca?

Há uma semana que estou com a música November Rain rodando minha mente e finalmente decidi que iria pesquisá-la, tentar descobrir suas origens e seus motivos. Eu não tenho certeza se deveria compartilhar isso com vocês porque a internet não é a fonte mais segura do mundo, mas fiquei admirada com a história que encontrei e resolvi compartilhá-la!

Segundo minhas fontes não muito seguras, essa música foi escrita por Axl Rose, vocalista da banda Guns N’ Roses sobre sua relação com a modelo Erin Everly. Eles se Conheceram em 1986 e se casaram em 1990 em Las Vegas. Foi o pedido de casamento mais deprimido que eu já ouvi falar: Axl apareceu na porta da casa de Erin às quatro horas da madrugada com uma arma dentro do carro, ameaçando se matar se ela não aceitasse o pedido!  :O Socorroooo!

Um mês depois do casamento Axl já queria o divórcio (acreditem!) mas mesmo assim permaneceram casados. Aos três meses de casamento Erin teve um aborto espontâneo, o que deixou a relação ainda mais abalada e deprimida. Sete meses depois, assinaram o divorcio com contrato de confidencialidade para que as intimidades do casal não fossem reveladas. Segundo um amigo do casal “Quando era bom era excelente e quando era ruim, simplesmente era horrivel” e segundo o próprio Axl “Algumas vezes nos dávamos muito bem, porque as crianças que haviam em nós eram as melhores amigas. Mas tinham vezes em que destruíamos a vida um do outro completamente”.

Apesar dessa história ser completamente perturbadora, cheia de escândalos e agressões, foi inspiração de grandes sucessos da banda como “Sweet Child O`Mine”, “Estranged”, “Bad Obsession” e “November Rain”, já citada. E também inspirou Del James no conto “Without You”. Dá pra acreditar? Intenso, assombroso!

Eu sei que o texto ficou enorme, para resumir, confira os videos com tradução!

 

Deixe seu comentário! Beijos!

A história de Ian e Larissa

17 nov

Acabei de assistir a um vídeo que me tocou profundamente e  não poderia deixar de compartilhá-lo com vocês. Quantas vezes colocamos dificuldades em nosso relacionamento com o próximo e com Deus, e vemos problema em tudo que fazemos. Me senti primeiramente constrangida por essa história, e depois, totalmente renovada! Deus é amor, e se revela através do amor. Assistam até o final! 

Página 2 de 41234